5 dicas para melhorar a sua saúde emocional


Hoje no #ConexõesPaiseFilhos quero te dar cinco dicas para melhorar a sua saúde mental e emocional.

Bom, vamos logo às dicas.

1 – Aceite suas fraquezas e use-as para se fortalecer

Aceitar as suas fraquezas não quer dizer para reconhece-las e sair por aí se lamentando e ficar sentada sem fazer nada. Reconheça o que está faltando e busque melhorá-las para que elas possam ser aliadas no seu processo de crescimento na vida.

Se quiser faça uma lista das características ou habilidades que você precisa melhorar e coloque algumas ideias do lado do que você pode fazer para melhorá-las. Tente imaginar que está dando conselhos para uma amiga e o que ela deveria fazer. Somos ótimas em dar conselhos e opinar na vida dos outros!

2 – Divida as tarefas e priorize

Temos o péssimo hábito de fazer uma lista infinita de tarefas e queremos resolvê-las o quanto antes e aí saímos feito uma doida atando para todo o lado. Parecemos uma barata tonta, tentando fazer tudo ao mesmo tempo e tudo junto. Calma!

Pare, respire, primeiro priorize as tarefas que são extremamente importantes e que não dá para fazer outro dia. Divida-as durante o dia, setorize por temas ou por proximidade. Exemplo: hoje tem aula de balé da minha filha, tenho que levar o sapato do marido no sapateiro e ainda tenho que ir no banco. E tudo isso é perto. Então deixe a filha na aula de balé, passe no sapateiro par deixar o sapato e corra no banco antes que acabe a aula de balé.

3 – Compartilhe, delegue algumas tarefas

Quando for se organizar e fazer a lista das coisas que precisa fazer, separe as tarefas que possam ser delegadas ou compartilhadas com outras pessoas. Insira o seu parceiro nas tarefas, faça uma divisão de tarefas com os membros que moram na casa. Os filhos também podem contribuir. Mais uma vez, somos mestras em fazer tudo e entrar no piloto automático e isso deixa todo mundo acomodado. Muitas vezes não percebemos que as crianças já são capazes de colocar comida no prato, tomar banho sozinhas, pegar os brinquedos da casa, lavar uma louça e não delegamos as tarefas. Sei que serão poucas tarefas no começo e leva um tempo até todo mundo se adaptar, mas já é uma divisão de tarefas.

4 – Tenha um tempo só para você

Sei o quanto é difícil tirarmos um tempo só para a gente e ficar um pouco sozinha, mas precisamos tentar. O importante é aproveitar os pequenos momentos, não esperar um grande evento.

Deixarei algumas sugestões que possam te ajudar:

- Assista algum vídeo de meditação guiada. Apenas dez minutos antes de todo mundo acordar ou antes de dormir.

- Leia pelo menos 5 paginas de um livro que está lá te esperando há algum tempo.

- Tome um café com alguma amiga.

- No dia que você dividir as tarefas com o marido, tome um banho relaxante.

- Assista um filme ou uma série que você está querendo.

- Se dê um mimo e faça uma comida gostosa para você.

E por aí vai...

A ideia é se colocar na agenda, nem que seja dez minutinhos por dia. É perceber que você também tem o direito a um descanso.

Avise todo mundo que naquela hora você está ocupada e não pode ser interrompida. Combine com quem vai ficar com as crianças que você está no seu momento.

5 - Fale da sua vida, das suas emoções, das suas ideias

Não perca suas amizades, mantenha as amigas, nem que sejam virtuais. É muito importante para nós mulheres trocar ideias, falar do que estamos sentindo, fofocar, falar, falar, falar...

Enquanto falamos, descarregamos a energia, ordenamos os pensamentos, clareamos as ideias, renovamos as energias e isso tudo nos ajuda a manter a nossa saúde emocional. E para isso a nossa Irmandade Feminina é muito importante, pois somos mulheres, entendemos umas as outras.

Termino aqui te deixando mais uma dica. Fiz um planner que quero te dar de presente. Neste planner você poderá organizar todas as suas tarefas, os seus compromissos e das crianças. Além disso deixei alguns exercícios e dicas que poderão te ajudar a se conectar com você de novo.

Acesse o link e saboreie o presente.

https://www.conexao.psc.br/inscreva-se

Abraços calorosos,

Deborah Garcia - Psicóloga, Psicopedagoga e Arteterapeuta

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square